Debater Lisboa
*
*
2.ª Circular || debater Lisboa
Lisboetas vão poder dar opinião sobre mudanças na 2.ª Circular
27-01-2016 Inês Banha, DN

A Assembleia municipal organiza na próxima segunda-feira debate sobre remodelação da via. A Sessão, onde todos serão ouvidos, decorrerá no Hotel Roma e está agendada às 18.00.

Quem reside ou trabalha em Lisboa, circula com maior ou menor frequência na 2.ª Circular ou, simplesmente, quer que a sua opinião sobre o projecto de remodelação daquela via rápida seja ouvida por quem decide o destino da cidade, vai poder participar, na segunda--feira, no debate que a assembleia municipal organizará sobre o tema. A sessão, que decorrerá no Hotel Roma, tem início agendado para as 18.00 e vai contar com intervenções de dez entidades exteriores à câmara municipal liderada por Fernando Medina (PS).

"Não vai ficar ninguém por falar", garantiu o socialista Rui Paulo Figueiredo, que ontem substituiu Helena Roseta, eleita pelos Cidadãos por Lisboa na lista do PS e autora da proposta, na presidência do parlamento da cidade.

"À Assembleia Municipal de Lisboa, fórum de participação cívica e órgão máximo do município de Lisboa, cabe promover debates públicos sobre temas de interesse relevante para a cidade, o que é manifestamente o caso do presente projecto", justifica Roseta no documento, que surge depois de o executivo municipal e de os eleitos pelo CDS-PP terem solicitado o debate público da intervenção que visa aumentar a segurança, a fluidez e a sustentabilidade ambiental da 2.ª Circular.
Seguir na 2.ª Circular a 60 km/hora pelo meio de árvores

De acesso livre e com transmissão online, a sessão de segunda-feira iniciar-se-á às 18.00, estando previsto que, às 18.10, a autarquia apresente o projecto.

Seguem-se, às 18.30, as intervenções das dez entidades convidadas que falarão sobre o impacto do projecto em quatro áreas: segurança rodoviária (Automóvel Club de Portugal e Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária), ambiente e paisagem (Associação Portuguesa dos Arquitectos Paisagistas e Quercus), trânsito e transportes públicos (Infraestruturas de Portugal, Carris, ANTRAL - Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros e Federação Portuguesa dos Táxis) e segurança da navegação aérea (ANA - Aeroportos de Portugal e NAV - Navegação Aérea de Portugal, EPE).

O público poderá então participar a partir das 19.30, devendo a inscrição ser realizada no início da sessão. O objectivo é que, neste período, possa participar, além das entidades com interesse na área que não integram o painel de convidados, qualquer cidadão. A previsão é de que esta fase se prolongue por uma hora, antecedendo as intervenções dos grupos municipais.
Desta sessão resultará um relatório que será debatido no dia 10 e que incluirá, eventualmente, recomendações ao executivo.

Orçado em 12 milhões de euros (com IVA), o projecto de remodelação da 2.ª Circular está em discussão pública até sexta-feira.

Entre as alterações propostas, está a instalação de um separador central arborizado com 3,5 metros de largura, a marcação, com uma cor diferente, da via da direita para entradas e saídas, a repavimentação da faixa de rodagem, a reabilitação do sistema de drenagem e a redução da velocidade máxima de 80 km/h para 60 km/h.

As obras, a decorrer durante a noite, deverão começar em Junho e durar 11 meses. A previsão é de que, se o projecto for concretizado nos moldes actuais, existam menos 850 carros a circular por dia na 2.ª Circular - 10% do total.

Este sítio é plural em matéria de acordo ortográfico