Debater Lisboa
*
2.ª Circular || debater Lisboa
"Não se deve ter medo de meter verde na 2ª Circular"
01-02-2016 João Carlos Malta, RR

Presidente da empresa pública que controla o tráfego aéreo revela que ocorreram sete incidentes com consequências num total de 167 mil movimentos. Luís Coimbra apoia o projecto de remodelação da 2ª Circular.

O presidente da Navegação Aérea de Portugal - NAV, a empresa pública que regula o tráfego aéreo, disse esta segunda-feira que não se deve ter medo de “meter verde na 2ª Circular”.
Luís Coimbra afirmou, no debate organizado pela autarquia de Lisboa sobre o novo projecto da 2ª Circular, que a quantidade de acidentes de aviões que envolvem aves são residuais.

Sobre a polémica em relação ao projecto, Luís Coimbra considerou que “este é um não caso”. Explicou que, no ano passado, houve 42 incidentes - mas não acidentes - entre aviões e aves junto ao aeroporto de Lisboa.

O presidente da NAV esclareceu que a passagem de um pássaro junto ao “cockpit” pode ser considerado um incidente. Mas dos 42 casos reportados, segundo Luís Coimbra, apenas sete provocaram danos.

Estes números referem-se a um total de 167 mil movimentações aéreas no aeroporto de Lisboa. A maior parte dos incidentes, explicou, ocorreu nas aterragens.

Luís Coimbra refere que a principal ameaça aos aviões são os pombos, mas não percebe a dimensão da polémica deste caso até porque viajando para sul, “Faro está no meio de uma reserva natural e os números são os mesmos do que em Lisboa”.

O presidente da NAV terminou a defender que “apoia firmemente este projecto” da remodelação da 2ª Circular, que implica a arborização do separador central.

“Segurança aérea não deve ser motivo de especulação (na 2ª Circular)”

O presidente da ANA, Aeroportos de Portugal, Jorge Ponce Leão, está contra a utilização da segurança aérea “para especular” na discussão em relação ao projecto da nova 2ª Circular.

“A segurança aérea não deve ser motivo de especulação (na 2ª Circular)”, afirmou Ponce Leão no debate organizado pela Assembleia Municipal de Lisboa, “Debate Temático sobre a 2ª Circular”.

“É um assunto demasiado sério”, sublinhou o presidente da ANA que elogiou a “transparência da Câmara de Lisboa”.

Ainda assim, o mesmo responsável quis enfatizar que o projecto não pode concorrer para o “não agravamento das condições de risco”. “Já há um conjunto significativo de áreas verdes que faz com que cresça a fauna e que pode criar incidentes”.

Ponce Leão aconselha a autarquia a criar um programa de controlo de aves na 2ª Circular e finalizou apelando a que “não seja posta em causa a acessibilidade do aeroporto”.

Este sítio é plural em matéria de acordo ortográfico