Debater Lisboa
*
2.ª Circular || debater Lisboa
“Discussão da 2ª Circular foi inquinada”, diz vereador do Urbanismo
01-02-2016 João Carlos Malta, RR

O vereador do Urbanismo da Câmara de Lisboa, Manuel Salgado, disse esta segunda-feira que toda a discussão pública sobre o novo projecto da 2ª Circular foi “inquinada” desde o início por terem sido colocadas informações a circular pelos meios de comunicação social que não são verdadeiras.

Num debate especial sobre a 2ª Circular, esta segunda-feira, Manuel Salgado afirmou que são falsas as ideias de que o projecto prevê “menos uma faixa” ou que a largura “passa de 3,25 metros para 3,1 metros”.

Manuel Salgado disse ainda que é falso que mais árvores seja sinónimo de mais aves. Porquê? “Porque vão ser plantadas 128 árvores entre o Campo Grande e a Rotunda do Relógio e fica de fora o cone de aproximação ao aeroporto”, lembra o autarca.

Em jeito de aviso, e depois de apresentar as linhas gerais do projecto, Manuel Salgado disse àqueles que “querem perpetuar a 2ª Circular como via rápida” que “não é esse o projecto” que a autarquia defende.

12 mortes em seis anos

Na mesma sessão o representante da Autoridade Nacional da Segurança Rodoviária (ANSR) disse que nos últimos seis anos houve 12 mortos na 2ª Circular. “Seis resultaram de atropelamento, três de despiste e três de acidente rodoviário”, enumerou Jorge Jacob. No mesmo período houve 128 atropelamentos mortais em Lisboa, acrescentou.

Segundo Jorge Jacob, a maior parte dos atropelamentos mortais ocorreu na zona do aeroporto por falta de alternativas de atravessamento daquela via.

O representante da ANSR elogia a iniciativa da Câmara de Lisboa. Jorge Jacob garante que lhe foi dito que os sistemas de anti-atravessamento serão mantidos e que a segurança da via não estará em causa, uma vez que, além do lancil, a autarquia lhe garantiu, que será colocado um separador metálico. “O separador com o lancil mais o rail ficará com 55 centímetros”, sublinha.

O projecto de remodelação da 2ª Circular esteve em consulta pública até à passada sexta-feira. A Câmara de Lisboa propõe, por exemplo, a redução da velocidade de 80 para 60 quilómetros por hora, um separador central arborizado e a reformulação de alguns acessos.

Este sítio é plural em matéria de acordo ortográfico